18.10.06

Aproveitei então...

... para pedir também ao sr. Mohammed (intermediário do senhor todo poderoso landlord) a carta de não-objeção à permissão de álcool (sim, como não tenho contrato de aluguel, para cada coisa que pede o contrato, tenho que entregar em seu lugar uma carta de não-objeção do proprietário).

Imagine só: para pedir minha carteira de alcoólatra, tenho que pedir permissão para o dono da casa e para a empresa. Sensacional. Mais vexatório que pedir, é receber a resposta que recebi:

- Olha Luís, infelizmente eu não vou poder te dar esta permissão. Vou ter que falar diretamente com o landlord - gostei dessa palavra. É assim mesmo como me sinto: o dono da terra, e eu um pobre servo implorando por clemência.

Ele me explica a negativa: há um ano atrás, alguns inquilinos fizeram uma mega-festa na casa, todos bebendo e se drogando muito, e ao final, aconteceu uma briga violenta, que envolveu polícia e locais, com várias garrafas quebradas e sangue...

... enfim. E eu com isso? Senhor landlord, posso usar cuecas do Mickey?

Um comentário:

verimr disse...

Senhor landlord, eu posso sair vestido de Batman na rua?