23.11.07

O gênio da lâmpada

Era uma vez um sheik que ia de camelo para o trabalho. No seu caminho, ele passava por uma avenida onde muitas pessoas, não conscientes do dever a cumprir com a pátria, com as criancinhas e com o planeta, apostavam corrida. Ele sempre sofria com as pessoas que corriam no caminho para chegar primeiro na fila do elevador da favela onde ele trabalhava. E no andar em que trabalhava, era como um galinheiro: sujo, fedido, e barulhento.

Eis que um dia, um poluidor muito malvado tentou ultrapassar outro poluidor e passou pertinho do camelo do sheik. O camelo se assustou e derrubou o sheik de cabeça em uma duna do deserto. Quando o sheik levantou da cratera que fez na areia, achou ali uma lâmpada.

- Olha, que legaaaal... uma lâmpada de ouro! Estou rico! Endinheirado! - disse o sheik. E começou a lustrar a jóia que encontrara - agora poderei comprar o meu ROLEX...

R-O-L-E-X: ele disse a palavra mágica. Neste momento, sai uma nuvem da lâmpada, e dela surge um homem tossindo:

- Cof, cof, cof! Marhaba sheik! Chocran ktir, tizak hambra! Eu estava preso nesta merda de lâmpada há anos. Ainda bem que Sua Alteza me libertou desta bosta de vida. Concedo-lhe, assim, 3 desejos.

O sheik então pensou. Olhou para seu camelo, para a corrida de malvados, olhou para o gênio e disse sem titubear:

- Respeitável Gênio. Para não contrariar Vossa Excelência, eu aceito a sua oferta. Meus desejos são:

1 - eu quero para sempre uma estrada só pra mim, para eu poder ir para o trabalho tranqüilo em meu camelo;
2 - eu quero para sempre trabalhar em uma favela onde eu não precise esperar 30 minutos pelo elevador;
3 - eu quero para sempre trabalhar em um lugar limpo e silencioso;

O gênio pensou, estalou os dedos e disse:

- Seus pedidos são uma ordem! Seus desejos serão atendidos em breve, ainda hoje... - chacoalhou então o seu ROLEX e foi para a praia ao lado andar de kite surf.

- Obrigado, Gênio. Mas... mas... e o que eu faço com esta lâmpada?

O gênio gritou lá de longe:

- Enfia!

O sheik então enfiou a lâmpada em seu alforje e seguiu ansioso para seu trabalho. "Mal posso esperar", disse ele.

Mas ficou desconfiado quando viu que o trânsito no caminho continuava uma merda. Quando chegou no elevador e esperou 40 minutos para subir, com um monte de bigodudos fedidos cortando a fila e encostando, teve certeza:

- Aquele gênio me enganou! Filho-da-puta!

Chegou chorando ao seu andar. Que lástima. Abriu desanimado o computador e compreendeu que o gênio não havia se esquecido dele. Lá estava um e-mail enviado com um dedo do gênio. O e-mail dizia assim:

Prezado Sheik,

Extraordinariamente neste fim-de-semana vamos estar fazendo uma manutenção nos sistemas e vamos estar contando com a sua colaboração para um esforço extra, enquanto eu estarei me divertindo com minhas concumbinas.

Por favor, esteja aqui na empresa durante todo o fim-de-semana às 8 da manhã.

Ass. O Poderoso, Impiedoso e Inquestionável Sheik Chefe









E foi assim que o Sheik trabalhou durante todo o fim-de-semana, que obviamente, durou uma eternidade. Teve a estrada do caminho para o trabalho só para ele e seu camelo, não pegou filas no elevador, trabalhou em silêncio. Curiosamente, naquele exato final de semana, uma das praias que o sheik costumava freqüentar sofreu um ataque de loiras ninfomaníacas enquanto o sheik trabalhava, que molestaram todos os homens que ali estavam. Estes depois classificaram o episódio como "o melhor momento de suas vidas".

MORAL DA ESTÓRIA

Não existe almoço grátis. E se alguém falar que é "Gênio da Lâmpada", encha-o de porrada.

5 comentários:

Anônimo disse...

Caramba! O Malba deixou a matemática e entrou de cabeça nas fábulas das mil e uma noites!

Glória-DF disse...

dodinho da silva o pobre sheik... deve ser o sol... hihihi

Eduardo disse...

Que é isso sheikh? Estrada pra você andar de camelo numa boa? Favela com poucos andares pra não precisar esperar pelo elevador? Cidade limpa? É claro que o gênio te atendeu. Espera um pouco que daqui a pouco isso muda. Ah, sim, e ainda com ar-condicionado tão potente que até o exterior do prédio fica friozinho!

Abs

iglou disse...

Bah, por meio segundo pensei na (improvável) possibilidade de construirem ciclovias em Dubai...

Edu e Jane disse...

Sheik usando PuTTY???