2.6.07

Irish Village: drink or leave


Everything was set to be a great Friday evening: during the day, I received more than 10 text messages on my mobile from passionate Brazilians inviting me to see the friendly football match England x Brasil at Irish Village.

Brazilians generally love football and also love to go the Irish Village, where the around 300-people community usually goes for a brunch, a drink, or even to support their traditional parties like Saint Patrick’s Day. However, from what I saw last night, it is clear that this feeling is not reciprocal: less than 5 minutes after my arrival there and before any waiter came to me, I was approached by a security guy in a very offensive manner asking me whether I was drinking or not. I said I was not, so he said in very rude way:

Drink or leave!

At first, I did not get the point and thought I was doing something wrong, so I asked why. He explained in his usual politeness:

Drink or leave, that’s the rule of the house. If you do not feel good with this, please the door is opened!

Drink or leave. I thought I had enough in Dubai with those couples-only nights, or those places who have face prices, and now, drink or leave. Nice marketing lesson: to sell more, threaten/push your clients! Would you feel likely to consume anything in such conditions? I simply left the place and I went to Sapphire, where I had a very nice reception and where I could eventually see the match and consume whatever I wanted without threats.

After the match, I went back to Irish Village and comment the incident with other Brazilians outside the pub and most of them reported that they were also threatened. One of them reported that when he asked why the guy was bothering him, the security guy advised him to discuss it with the (big) doorman…

I went to the manager and complained this embarrassing and ashaming approach. He apologized me for the incident and said they were doing this because the group flooded the house, had not reserved places and he ended with a not convincing argument that they were not consuming enough.

Not consuming enough, very subjective. I would argue that if they wanted to make the place exclusive for those with reservations, or condition the entrance to a minimal consumption, they should do it clearly, but I think one fact explains everything: they were doing this only to those dressing the Brazilian national football team jersey or speaking Portuguese in the pub

Well I think we don’t need to be Brazilian to see that these kind of treatment is unacceptable and I’m advising all my friends not to get back to Irish Village, which has proved to be a non-friendly place, at least to the Brazilian community in Dubai.

+++

Tudo mostrava que teríamos um grande noite de sexta-feira: durante o dia, recebi mais de 10 SMS no meu celular de brasileiros convidando-me para assistir o amistoso Inglaterra x Brasil no Irish Village.

Brasileiros geralmente gostam de futebol and gostam também do Irish Village, onde comunidade de cerca de 300 pessoas vai para comer, beber ou mesmo para prestigiar suas tradicionais festas como o Dia de Saint Patrick. Entretanto, a partir do que pude ver ontem a noite, este sentimento não é recíproco: menos de 5 minutos após a minha chegada ao local, fui abordado por um segurança de maneira bem agressiva perguntando se eu estava bebendo ou não. Eu disse que não, então ele disse de maneira bem rude:

Beba ou saia!

E início, eu não entendi e pensei que estava fazendo algo errado, então eu pedi para ele explicar do que se tratava, ao qual ele explicou com sua habitual delicadeza:

Beba ou saia, esta é a regra da casa. Se você não se sente confortável com isso, por favor a porta está aberta!

Beba ou saia. Eu pensei que já tinha visto de tudo em Dubai como as noites só para casais, ou ainda certas casas noturnas que definem o preço pela sua aparência, e agora beba ou saia. Essa foi a primeira vez isso aconteceu comigo lá. Boa lição de marketing: para vender mais, ameace/force a barra com seus clientes.! Você se sentiria à vontade para consumir algo nestas condições? Eu saí do lugar e fui para o Sapphire, onde eu fui bem recebido e pude finalmente ver a partida, e até mesmo consumir algo sem ameaças.

Após a partida, voltei ao Irish Village e comentei o ocorrido com outros brasileiros fora do bar e a maioria reportou que também tinham sido ameaçados. Um deles disse que ao perguntar a razão de tanto assédio, o segurança recomendou-o a discutir isso com o porteiro (um armário)...

Fui até o gerente reclamar da vergonhosa e desagradável abordagem. Ele desculpou-se pelo incidente e disse que assim o fizeram porque o grupo lotou a casa, não reservou lugares e por fim terminou com um argumento pouco convicente de que eles não estavam consumindo o bastante.

Consumir o bastante, muito subjetivo. I iria argumentar qu se eles quisessem manter o local exclusivo para aqueles com reserva, ou condicionar a entrada a uma consumação mínima, eles deveriam fazê-lo claramente, mas eu penso que uma coisa explica tudo: eles estavam abordando apenas as pessoas com camisas da seleção brasileira ou que falavam português... outras pessoas entraram no pub no mesmo momento e não receberam o mesmo tratamento.

Bom, eu penso que a gente não precisa ser brasileiro para ver que este tipo de tratamento é inaceitável e estou recomendando a todos os meus amigos para evitar voltar ao Irish Village, que mostrou-se um lugar não-amigável, ao menos para a comunidade brasileira em Dubai.

7 comentários:

La Dubaiana disse...

Que fdp's!

Hora de comecar a boicotar o Irish Village?

Edu e Jane disse...

Parece que a má educação com que os tchecos tratam seus clientes está contaminando mais países. Aqui chega a ser até pior, meu amigo. E não é só com brasileiros não (no país inteiro não moram nem 200 de nós), o negócio é geral.

O pior é ouvir a famosa "se não está contente, volte para seu país". Como se eu não pagasse imposto aqui...

Viver fora do país tem dessas coisas. Firme aí!

Anônimo disse...

... umas 10 latas de tinta esmalte preta em spray talvez .... umas latas brancas também, só pra dar um contraste legal ... hi hi hi
Deixe esses manés desse Irish bla bla bla pra lá. A gente te ama ! Grande abraço do Brasil pra vc !!!
Glória-DF

eduardo disse...

A gente nào tava consumindo o bastante???

Desculpe o meu árabe, mas vai tomar no meio. Eu já fiquei bêbado umas três vezes naquele lugar nas últimas 3 semanas =P

Anônimo disse...

"Englaterra"?? Sinômimo de "Ingland"? :-P

Sheik Luís disse...

Ops!!

Erro de tradução. Corrigido!

:-))

fabiane disse...

Em primeiro lugar muito legal esse seu blog.....vc tem cada ideia ein.....
mas a respeito do irish village, eu tambem estava la, e tambem fui abordada pelo "armario" para deixar livre o corredor proximo ao telao, mas como sou brasileira nata, apenas dei um passo para o lado e continue vendo o jogo, e com apenas um copo de cerveja que durou ate o final da partida. e o armario ficava toda hora me olhando, tava me sentindo mal ja....aquele cara parecia um colchao inflado.....imagina se ele resolve tirar todos a forca de la??? tava todo mundo fudido.....e eu posso te dizer com certeza que aquilo foi implicancia com os brasileiros, porque da outra vez eu fui assistir milan and liverpool e nada disso aconteceu...sheik to contigo ein....faby